Anuário 2020 aponta crescimento no consumo de energia em Goiás e no Brasil

O Anuário Estatístico de Energia Elétrica 2020 (ano base 2019), revela que o consumo de energia em Goiás teve uma variação de 5,4%, em relação a 2018. No Brasil, a variação do consumo ficou em 1,6%.

O Anuário é elaborado pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), que presta serviços ao Ministério de Minas e Energia na área de estudos e pesquisas destinadas a subsidiar o planejamento do setor energético, cobrindo as áreas de energia elétrica, petróleo e gás natural e seus derivados e biocombustíveis.

No recorte sobre o consumo de energia, os dados do Anuário 2020 (ano base 2019) revelam que o consumo no ano passado ficou em 16.490 GWh. Em 2018, o consumo foi de 15.639 GWh. Isso, no caso do Estado de Goiás. O consumo cativo foi de 11.460 GWh (69%) e o consumo livre, de 5.030 GWh (31%)

No caso do Brasil, os consumo fechou 2019 em 482.226 GWh, contra 474.820 GWh em 2018 GWh. O consumo cativo foi de 319.290 GWh (66%) e o consumo livre, de 162.936 GWH.

LIVRE E CATIVO – O consumidor livre é aquele que compra energia diretamente dos geradores ou comercializadores, através de contratos bilaterais com condições livremente negociadas, como preço, prazo, volume, dentre outros. Já o consumidor cativo é aquele que compra a energia das concessionárias de distribuição às quais estão ligados.

No Brasil, o maior consumo de energia foi registrado, em 2019, na região Sudeste: 238.451 GWh (49,4%), seguido pelas regiões Sul: 88.738 MWh (18,4%); Nordeste: 83.586 (17,3%); Centro-Oeste: 38.406 GWh (8,0%) e Norte: 33.045 GWh (6,9%).

O Anuário destaca, ainda, o consumo por classes no País. Nesta avaliação, os resultados são os seguintes: Industrial: 167.684 GWh (35%); Residencial: 142.781 GWh (30%); Comercial: 92.075 GWh (19%); Rural: 28.870 GWh (6%); Poder Público: 15.752 GWh (3%).

Em Goiás, o consumo considerando as classes consumidoras, apresentou os seguintes resultados para 2019: Industrial: 5.611 GWh (34%); Residencial: 5.115 GWh (31%); Comercial: 2.536 GWh (15%); Rural: 1.637 GWh (10%) e Poder Público: 493 GWh (3%).

Nº Consumidores X Classes

O número de consumidores por classes, no Brasil, fechou 2019 com os seguintes indicadores: Residencial: 73,4 milhões (86,3%); Comercial: 5,9 milhões (6,9%); Rural: 4,5 milhões (5,3%) e demais classes: 1,2 milhão (1,5%).

RESUMO DE GOIÁS

Geral

Consumo total 2019- 16.490 GWh
Consumo total 2018- 15.639 GWh
Variação Anual Percentual- 5,4%
Consumo Cativo- 11.460 GWh (69%)
Consumo Livre- 5.030 GWh (31%)

Consumo por classe

Industrial- 5.611 MWh (34%)
Residencial- 5.115 MWh (31%)
Comercial- 2.536 MWh (15%)
Rural- 1.637 MWh (10%)
Poder Público- 493 MWh (3%)

RESUMO DO BRASIL

Geral

Consumo total 2019- 482.226 GWh
Consumo total 2018- 474.820 GWh
Variação Anual Percentual- 1,6%
Consumo Cativo- 319.290 GWh (66%)
Consumo Livre- 162.936 GWh (34%)

Consumo por classe

Industrial- 167.684 MWh (35%)
Residencial- 142.781 MWh (30%)
Comercial- 92.075 MWh (19%)
Rural- 28.870 MWh (6%)
Poder Público- 15.752 MWh (3%)

Consumo por região

Sudeste- 238.451 MWh (49,4%)
Sul- 88.738 MWh (18,4%)
Nordeste- 83.586 MWh (17,3%)
Centro-Oeste- 38.406 MWh (8%)
Norte- 33.045 MWh (6,9%)