CONCEG tem reunião por videoconferência com o novo Ouvidor da Enel Goiás

O Conselho de Consumidores de Energia Elétrica do Estado de Goiás (CONCEG) reuniu-se nesta terça-feira, 23/06, por videoconferência, tendo como principal ponto item da pauta a apresentação do novo Ouvidor da Enel Distribuição Goiás, Aderson Xavier de Andrade Junior, que assume também a função de Secretário Executivo do colegiado.

Com cerca de 20 anos de atuação no setor elétrico, Aderson Xavier iniciou carreira na Companhia Energética de Pernambuco (Celp), onde atuou por quase 18 anos passando por diversas áreas da empresa, inclusive, pela Ouvidoria. Mais recentemente, estava na Light, no Rio de Janeiro, atuando na Ouvidoria, onde teve a oportunidade de participar de reuniões do Conselho de Consumidores.

“Conheço o trabalho dos Conselhos, quero aprender e contribuir para que Goiás tenha uma das melhores representações de consumidores do País”, destacou Aderson Xavier, acrescentando que estará se inteirando do trabalho que o Conselho realiza e quais as suas necessidades para que o mesmo possa desenvolver a contento as suas atribuições.

Aderson Xavier (esqueda); Wilson de Oliveira (acima/direta)
e Nelson Assumpção (abaixo/direita)

Estrutura

O presidente do CONCEG, Wilson de Oliveira, deu as boas vindas ao novo Ouvidor e falou sobre o trabalho de parceria que o Conselho tem desenvolvido junto com a Enel Goiás, objetivando atender as demandas e corresponder aos anseios das classes consumidoras. Para isso, ele ressaltou ser fundamental que o CONCEG tenha uma estrutura adequada de assessoria nas áreas de comunicação, jurídica e administrativa. Conforme frisou, é importante que o Conselho esteja preparado para atuar em diversas frentes como, por exemplo, na questão da revisão tarifária. Além, ainda, de promover ações de cunho informativo e educativo.

Durante a reunião, Wilson de Oliveira pontuou que, em 2018, o CONCEG realizou com sucesso o I Encontro Centro-Oeste de Conselhos de Consumidores de Energia Elétrica e que, por sua atuação junto ao Conacen (Conselho Nacional de Consumidores de Energia Elétrica), se não fosse o problema da pandemia do coronavírus, a entidade poderia buscar a realização de um encontro nacional. O que, também – disse ele- exige do Conselho uma assessoria capacitada.

Demanda contratada

Durante a reunião, o conselheiro Rogério de Campos Borges, representante da classe comercial, relatou que ainda não houve por parte da Enel uma resposta satisfatória em relação à questão levantada nas reuniões anteriores sobre a demanda contratada para clientes do Grupo A. Ele lamentou que a resolução tenha de caminhar para a judicialização, como já está ocorrendo por parte de algumas empresas.

Ofício à Aneel

O conselheiro Félix Curado, representante da classe rural, também apresentou algumas demandas de âmbito técnico e alertou sobre um problema recorrente que tem chegado ao seu conhecimento por parte de alguns produtores, que é o roubo de fios de cobre em instalações elétricas nas propriedades rurais. Além disso, falou sobre um ofício que será encaminhado via Conselho para a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) referente ao desconto do ICMS para a irrigação na madrugada, que não está ocorrendo em Goiás.

O conselheiro Paulo Roberto, representante do Poder Público, pontuou sobre a necessidade de a questão trazida à reunião pelo representante da classe rural, seja também tratada no âmbito político, visando o diálogo para uma resolução mais rápida do problema.

Próxima reunião

Também participou da reunião Nelson Assumpção, da área de Mercado/Grandes Clientes da Enel que, juntamente com o Secretário Auxiliar do CONCEG, Douglas Gomes Queiróz, ficou de encaminhar todas as demandas apresentadas na reunião para as respectivas áreas competentes da companhia. Além disso, ficou acertado que na próxima reunião, um representante da área técnica da Enel deve participar da reunião para fazer explanação sobre algum dos temas tratado na reunião ou, conforme sugestão do presidente Wilson de Oliveira, para abordar sobre a Contribuição de Iluminação Pública, uma pauta que ele gostaria de priorizar na agenda de ações do CONCEG este ano.

Autor: Claudius Brito – Assessoria do CONCEG