Crise energética: união é a nossa bandeira!

Wilson de Oliveira

Levantamentos realizados pelo Ministério de Minas e Energia e Empresa de Pesquisa Energética, demonstram que estamos diante do pior cenário hidrológico, ou seja, com as menores vazões nos reservatórios das usinas hidrelétricas dos últimos 30 anos. O que implica dizer que estamos, sim, diante uma iminente crise de escassez energética.

Já entra pelo segundo mês consecutivo, a vigência da bandeira vermelha patamar-2 que, inclusive, foi ajustada em mais de 50%. Isso, num cenário em que todos nós brasileiros passamos por uma crise sanitária com desdobramentos na economia do país e, sobretudo, das famílias.

Durante o mês de junho, o Conselho de Consumidores de Energia Elétrica (CONCEG) desenvolveu a campanha: “Consumi Consciente! Essa é a nossa bandeira!”, justamente, com o objetivo de chamar a atenção de todos para a necessidade que, não apenas em período críticos, mas todos os dias, tenhamos uma mudança de cultura quanto ao consumo de energia e, também, de água.

O Brasil, hoje, tem como a principal fonte de sua matriz energética a geração hidrelétrica, representando em torno de 62% da capacidade instalada. Então, ainda dependemos, muito, de água nos reservatórios das usinas hidrelétricas.

Dessa forma, nossa missão é dupla: ser conscientes no consumo de energia elétrica e de água.

Contudo, nós consumidores não somos e nem podemos ser os únicos atores neste cenário. É necessário haja união dos consumidores, governos (em todos os níveis), classe política, órgão regulador, órgãos do setor elétrico, enfim, de todos para que possamos atravessar esse momento grave e delicado.

O CONCEG tem trabalhado para que o consumidor goiano tenha, cada vez mais, um serviço de eficiência e qualidade prestado pela concessionária Enel Distribuição Goiás. Ao mesmo tempo em que fazemos as cobranças, somos também parceiros em busca de melhorias. E agora, mais do que nunca, estamos juntos e somando esforços com outros setores da sociedade para buscar alternativas à crise, sem que isso recaia tão somente nos ombros das nossas classes consumidoras.

Ademais, não podemos também ficar focados apenas na crise. Temos de olhar para a frente, com o futuro que vai se desenhar no período pós-pandemia, pois teremos de ter o setor elétrico em condições de suportar as demandas de retomada da economia.

Portanto, união é a palavra de ordem para este momento. E nós do CONCEG estamos à disposição para servir e contribuir. E, só lembrando: Consumo Consciente! Essa é a nossa bandeira!

Wilson de Oliveira é presidente do Conselho de Contribuintes de Energia Elétrica do Estado de Goiás- CONCEG Saiba mais sobre o CONCEG- https://concelg.com.br